segunda-feira, Agosto 29, 2005

Que Personagem És Tu?


Faz este quiz: "The Office"

Esta Eu Tenho!

T-Shirt Que Quero Ter - 10

T-Shirt Que Quero Ter - 9

T-Shirt Que Quero Ter - 8

T-Shirt Que Quero Ter - 7

T-Shirt Que Quero Ter - 6

T-Shirt Que Quero Ter - 5

T-Shirt Que Quero Ter - 4

T-Shirt Que Quero Ter - 3

T-Shirt Que Quero Ter - 2

T-Shirt Que Quero Ter - 1

Papel de Embrulho - 3

Que raio é a «Silly Season»?


Uma vez que «vivemos num mundo cada vez mais frio e irreconhecível com aquecimento global como é que isso é possível» pode ser que um dia seja "silly season" todas as estações durante um ano inteiro. Pouco falta.

domingo, Agosto 28, 2005

"FILTH"- 1


Mr. Fantastic is a FILTH...
...that is a...
FATHER I'D LIKE TO HUG

sábado, Agosto 27, 2005

"Happy Tree Friends"


Para não dizerem que eu só divulgo «corporate cartoons» da Pixar / Disney / Dreamworks e afins tomem lá este sopapo em cheio na fronha!
No site dá para ver episódios grátis.
Aproveitem amiguinhos.
Melhor / pior (dependendo dos vossos gostos) que estes perigosos (sim, perigosos) desenhos animados... Só a arte de Mike Diana.
Sim, há quem chame aos psicopatas que criam estes retalhos de insanidade (pasme-se) artistas.
Bizzarro. Sim. Burlesco. Sim. Macabro. Sim.


quinta-feira, Agosto 25, 2005

Penas, Para Que Vos Quero!

O herói desta mega-produção da Disney, Valiant ou como eu gosto de lhe chamar, o pombo pirralho tem a voz de Ewan McGregor. Nada mau, para começar. Mas isto não fica por aqui... O filme tem um elenco de vozes da very British de luxo que só por si me faz querer ir ver o filme: Ricky Gervais, Tim Curry, Jim Broadbent, Hugh Laurie, John Cleese, John Hurt e Rik Mayal... Já viram o trailer? Sabem a cena do trailer em que os pombos fazem hálteres de maçãs para treinarem e há um pombo gordo que as come para não ter que fazer muito esforço? Esse pombo é o David Brent... Errr... Quer eu dizer... o Ricky Gervais. XD

quarta-feira, Agosto 24, 2005

Amanhã, a Resposta é:


The Hitchhicker's Guide to the Galaxy

STAND APE COMEDY

Papel de Embrulho - 2

segunda-feira, Agosto 15, 2005

McMundo


Ter karaoke nights num comedy club
é como ter uma cantina do McDonalds num Hospital.
Triste mas verdadeiro.

domingo, Agosto 14, 2005

"Eye-Candy"


Já algum tempo que não via um filme tão delícioso. Trata-se de um filme que faz justiça à expressão eye-candy cinema. Eu diria mais, high-candy; pois se isto é 'cinema guloseima-ocular' é dos melhores que há ou não fosse este mais um filme como o selo de qualidade 'Tim Burton'.
Os cenários têm a magia das telas surreais burtonianas e foram construídos à escala real em estudios londrinos. Os actores de palmo-e-meio comportaram-se todos à altura da grandeza do filme e contamos com mais uma arrebatadora e notável performance de Johnny Depp desta vez no papel do mago-do-chocolate, Willy Wonka.
Danny Elfman, feiticeiro melódico da corte d'el rei Burton, compôs a genial banda-sonora que complementa na perfeição a aura bubblegoth do filme. Os temas bem delineados deambulam por contornos da pop, da electro e do rock glam numa estética pretensamente kitsch mas que acabam por serem superiores aos modelos que lhes serviram de molde.
Slicing and dicing, temos aqui um bom-bom de um filme, com um recheio rico para saborear lentamente até ao último bocadinho.

sábado, Agosto 13, 2005

"I'm Sooo There"

THE ARCADE FIRE / JULIETTE LEWIS AND THE LICKS / !!! (CHK CHK CHK) / FOO FIGHTERS / KAISER CHIEFS / VINCENT GALLO / NICK CAVE AND THE BAD SEEDS / PIXIES / KILLING JOKE / THE ROOTS / QUEENS OF THE STONE AGE e muito, muito mais! I'm sooo fucking there!

sexta-feira, Agosto 12, 2005

O Último a Rir

É quem ri de pé!

Programa dedicado à stand-up comedy ao vivo e em directo da praça de Barcelos. Feito sob a chancela de Teresa Guilherme Produções e desta vez apresentado por Pedro “é que é já a seguir” Diogo, este programa é já a sequela de uma primeira edição dedicada à divulgação de talentos da stand-up comedy. A primeira edição ocorreu o ano passado e foi apresentada pelo irreverente João Melo dos «Fúria do Açucar». Desta vez é gravado e transmitido em directo de Barcelos, escolha que se deve a Teresa Guilherme. "Gosto muito da praça de Barcelos, e sei que receberá um público muito especial".
Os participantes foram recrutados em certames da especialidade aos quais eu assisti e que tiveram lugar em bares de Norte a Sul do país.
Entre os amigos eleitos nomeadamente Gustavo Vieira, Pedro Silva, João Henrique, Marco Rodrigues, Sandro Pires, Ayaz Ahmed, Paulo Rodrigues (?) e mais alguns conhecidos...
De notar uma singular presença feminina, a minha querida amiga Teresa Lopes Vieira.
Break a leg, buddies!

Tudo

Ao dizer alguma coisa, cinco judeus mudaram a maneira de ver o mundo:

Moisés disse: "A lei é tudo."
Jesus disse: "O amor é tudo."
Marx disse: "O dinheiro é tudo."
Freud disse: "O sexo é tudo ."

Depois veio Einstein e disse:

"TUDO é relativo".

Anjo Urbano

É meu dever vir por este meio dar-vos a conhecer...
Rufus Wainwright
He looks like an angel and sings like one, too...



I’ve heard there was a secret chord
That David played and it pleased the Lord
But you don’t really care for music do you?
It goes like this, the fourth, the fifth
The minor fall, the major lift
The baffled King composing Hallelujah
Hallelujah, hallelujah
Hallelujah, hallelujah
Your faith was strong but you needed proof
You saw her bathing on the roof
Her beauty in the moonlight overthrew you
She tied you to a kitchen chair
She broke your throne, and she cut your hair
And from your lips she drew the hallelujah
Hallelujah, hallelujah
Hallelujah, hallelujah
Maybe I’ve been here before
I know this room, I’ve walked this floor
I used to live alone before I knew you
I’ve seen your flag on the marble arch
Love is not a victory march
It’s a cold and it’s a broken hallelujah
Hallelujah, hallelujah
Hallelujah, hallelujah
There was a time when you let me know
What’s real and going on below
But now you never show it to me, do you?
And remember when I moved in you
The Holy Dark was moving too
And every breath we drew was hallelujah
Hallelujah, hallelujah
Hallelujah, hallelujah
Maybe there’s a God above
And all I ever learned from love
Was how to shoot at someone who outdrew you
And it’s not a cry you can hear at night
It’s not somebody who’s seen the light
It’s a cold and it’s a broken hallelujah
Hallelujah, hallelujah
Hallelujah, hallelujah
Hallelujah, hallelujah
Hallelujah, hallelujah


Leonard Cohen

quarta-feira, Agosto 10, 2005

Que Personagem És Tu?



Faz este quiz : "Family Guy"

Festival de Metal



Eu não devo ir, mas como é a banda do meu maninho mais lindo e além disso também participam neste festival mais bandas de amigos e conhecidos, não custa nada divulgar.
Junta de freguesia de Vila Cova de Carros, a 3 km de Paredes e Baltar. Mapa em cima. Durante o trajecto irão ver placas com indicações para o festival, para o caso de não conseguirem chegar através do mapa.
HORÁRIOS
A ordem das bandas e horários será a seguinte:
13 DE AGOSTO
17:00 _ 17:25 LOSS SPECTRA OF PURE
17:45 _ 18:10 ENCEPHALON

18:10 _ 21:00 JANTAR 2h50
21:00 _ 21:25 SORROW BREED
21:45 _ 22:10 VIZIR
22:30 _ 22:55 FETAL INCEST
23:15 _ 00:00 E.A.K.

14 DE AGOSTO
17:00 _ 17:25 PHRENOLOGY
17:45 _ 18:10 SKEPTIK
18:30 _ 18:55 DECREPIDEMIC
18:55 _ 21:00 JANTAR
21:00 _ 21:25 STUPRUM DEI
21:45 _ 22:10 APHELION APHRODITES
22:30 _ 22:55 UNDER FETID CORPSES
23:15 _ 00:00 PITCHBLACK
SEGURANÇA
Não poderão fazer-se acompanhar de garrafas de vidro e latas dentro do recinto e os acompanhantes das bandas terão de adquirir o bilhete, não havendo portanto convites.
ÚLTIMAS CONSIDERAÇÕES
Estamos todos a trabalhar para que tanto o público como as bandas possam disfrutar de um festival agradável e sem preocupações e para isso é necessária a colaboração de todos.Todas as indicações estão dadas, a promoção continua a ser feita, por isso aproveitem e divulguem nesta última semana o melhor que puderem o festival!

Mãe?

Papel de Embrulho - 1

Há Dias Bons, Há Dias Maus e Há Isto...

segunda-feira, Agosto 08, 2005


Toilette Zone



Toilette Zone
Reloaded

domingo, Agosto 07, 2005

Rir

Uma coisa que me intriga nas pessoas é o facto de ser muito mais díficil, complexo e artístico fazer os outros rirem-se de nós com o nosso consentimento, para nosso gáudio e à nossa frente. Nas nossas costas é fácil rir. Eu rio-me de ti. Tu ris-te de mim. Andamos sempre todos a rir uns dos outros, mas à revelia uns dos outros.

Jacko Off


Michael Jackson foi ilibado das acusações de violar menores.
Acho que ele nunca violou crianças. Só fez amor com elas.
Ainda há esperança neste mundo: Amar crianças ainda não é crime.

O Chat

305335-3-150 31545-3-530
s3 c0n53gu35 l3r 15t0
pr3c1545 d3 53x0.

Harry Potter - Edição Americana


Na verdade, a frase "Dumbledore is dead." só aparece na página 606.
Apesar disso ele é claramente assassinado na página 596.
E porque havia eu de revelar o fim da história?
Porque está cientificamente provado que ler "Harry Potter" faz mal à saúde. Fi-lo por ti. Também provoca miopia e outras doenças nos olhos. Podes cortar-te no papel ou deixar cair o livro em cima de um pé, a ferida infectar, fazer gangrena, teres de ser amputado e morreres.
A sério, admito que ainda não li. Mas tal como as pessoas que me criticam dizem sempre: que a minha absoluta falta de conhecimento acerca de um assunto nunca me impeça de o comentar.
"Harry Potter" promove o racismo. Não só não há Afro-Americanos em Hogwarts, como também não há Américo-Americanos! Quem é que quer ler um livro que não tem personagens americanas? É como querer ter uma guerra sem Americanos.
O livro promete não ter cenas quentes entre os jovens. Ok, tem imagens o que é importante. Mas não tem imagens de cenas quentes entre os jovens, portanto de que vale?
Ah! E a feitiçaria não se aprende na escola. A escola é um lugar de respeito onde se aprende a dormir, a curtir, a fumar e a beber.
A feitiçaria ensina-se em pelota, nos bosques ou na praia, a altas horas da noite com sexo desinibido, selvajaria e muito vinho... Ou será que é Pictionary? Se calhar isso foi a festa de aniversário do irmão da Pati... Para vos ser sincera, muitas das minhas recordações da puberdade estão difusas.
Há mais consequências graves que resultam da leitura de livros do "Harry Potter".
Imagina esta situação:
Tu - Acabei de ler "The Half Blood Prince". Quando o Dumbledore foi morto, eu chorei.
Pessoa à Sorte de Mau-Humor- Choraste quando leste "The Half Blood Prince"? Vou te fazer a folha! Vais já levar no focinho para veres o que é bom!
Tu [a tremer] - "Petrificus Totalus!"
Uma vez que não podes lançar feitiços de facto, porque não resultam sem os efeitos-especiais CGI do filme, levas um enfardamento à moda antiga que até tens que arranjar uma dentadura nova depois duma semana sem poderes comer nada sólido.
Mas graças a mim, tens aqui uma nova situação:
Tu - Acabei de ler o novo «post» da Inês no "Rambóia Jocosa". Quando li a parte em que diz que o Dumbledore foi morto até chorei.
Pessoa à Sorte de Mau-Humor - Eia! Ainda não li o blogue dela, hoje. Até estava chateado vou lá ler isso a ver se mudo de humor. Queres vir a minha casa jogar playstation?
Tu - Sim. Quero.
Neste caso o pior que pode acontecer por causa de leres "Harry Potter" é realmente desenvolveres qualquer tipo de gosto pela leitura. Quando deres por ti já nem queres saber do "24 Horas", do Paulo Coelho e da Margarida e estás mesmo a ler livros a sério, quem sabe até o "O Público".... Começavas a ficar uma pessoa culta e informada. Na volta, ias começar a pensar pela tua própria cabeça e a formar opiniões. Não podemos deixar isso acontecer. Vai lá jogar Grand Theft Auto. Põe em modo Hot Coffee. Se puseres no modo Hot Coffee no Donkey Kong não só tens vidas infinitas como também dá para ver o Mário a violar o Luigi à bruta no meio da pista de karts.
Para rematar, não precisam de me agradecer. Estou aqui para ajudar.
P.S. - E sim, quem matou Dumbledore foi o Professor Snape, o "Half Blood Prince".

Charlie e a Fábrica de Deus


My Chocolate Factory is closed for your Willy Wonka.


Há que pensar em Deus em termos humanos. Em vez de nos preocuparmos com a nossa relação com Deus imaginemos que cada um de nós está a ter um relacionamento com o Charlie Sheen. Porquê o Charlie Sheen? Porque tal como acontece com Deus a maioria das pessoas deseja ter um relacionamento melhor com ele. Tal como Jesus, o Charlie anda sempre com muitas prostitutas e tem uma bela gadelha.

A primeira coisa a fazer para melhorar a nossa relação com Deus / Charlie Sheen é parar de O cravar por tudo e por nada. Claro que Ele tem carradas de cenas fixes que provavelmente não lhe fariam falta. Ele anda a comer a Denise Richards e tudo que tu querias era dinheiro para um microondas novo. Infelizmente, o dinheiro do Charlie está contado até ao último tostão para ser gasto em depilações peitorais e crack. Como tal, ele não to vai dar de mão-beijada. Tal como Deus, o Charlie recebe pedidos de gente que ele não conhece de lado nenhum, a toda a hora. Mesmo que ele te conhecesse, ele não te poderia dar tudo que tu queres. Isso iria fazer de Deus o O.J. Simpson e tu ias querer ser o Kato Kaelin. Queres que Deus seja o O.J. Simpson? Também acho que não. Estás a começar a entender como é que Deus funciona?
A segunda coisa a fazer para melhorares o teu relacionamento é parares de O responsabilizar pelas coisas que tu fizeste, ou não. Nada é mais irritante para Ele do que ouvir-te a dizer, “Se eu não consegui aquele emprego foi porque o Charlie Sheen assim o quis”, ou então “O meu avô morreu porque o Charlie Sheen chamou-o para junto de Si.” Não digo que o Charlie nunca te irá ajudar mas há que ter responsabilidade e assumires as merdas que fazes.
"O Charlie Sheen quer que eu espanque esta prostituta. Afinal de contas ele não alvejou a Kelly Preston?" Acredita que o Charlie Sheen provavelmente quer que espanques a prostituta, mas ainda és tu quem tem a faca e o queijo na mão.

O terceiro passo para melhorar a vossa relação é parares de dizer merdas acerca Dele. Não te gabes do quão bem O conheces e de como os outros O deviam conhecer tão bem quanto tu. A tua relação com Ele, não é nada de especial. Mais, o Charlie Sheen tem mais amigos do que os que gostaria. Se as outras pessoas também querem ter uma relação com o Charlie Sheen elas que vão à casa-de-alterne mais próxima e façam o que for preciso.

A quarta coisa a fazer para melhorares a tua relação com Deus/Charlie Sheen é parares de ir à casa Dele. Gostavas de ter alguém a visitar-te todos os domingos, feriado e dias santos? Mesmo que vás lá para o glorificar é um bocado chato até para Ele. Mais, olha para os cretinos que lá estão. Eles não são realmente amigos Dele senão não o comiam nem o vampirizavam (hóstia e vinho consagrado). Eles, na verdade só estão lá por causa de coisas... Uns querem pedir-lhe coisas e outros vão lá pedir-lhe que lhes tire coisas. Uns vão culpá-lo das coisas que têm, outros das que não têm. Tu não queres ser visto com esta gentinha, vai por mim.
Finalmente, pára de questioná-lo por todas as merdinhas que Ele faz.
Ele já fez coisas boas como “Wall Street” e “Ases Pelos Ares” I e II ... E no entanto também fez o "Scary Movie 3" e terminou um relacionamento com a estrela da indústria porno Ginger Lynn. Algumas das coisas que ele faz são mesmo assim. Estão para lá da compreensão humana.
Tenta ser amigo Dele para variar. Assim quando morreres vais morar com Ele... Não é no Céu mas sim... Em Malibu. Espero que isto te traga esperança.
Para a próxima vou explicar como adorar o Diabo é o mesmo que dar à Paula Abdul um cavalinho-de-baloiço bem oleado e escorregadio.

É Outro Background...

Ao passo que há quem tenha um blog "em busca das cores da vida"...
O meu é preto.
Ainda não me apeteceu inventar uma cor mais escura.

Como Fazer Uma Lavagem-Cerebral


Criares o teu próprio Culto e teres um «rebanho» que queira tornar todos os teus desejos realidade é muito mais simples do que parece se seguires uns passos simples:
Lavagem-cerebral é uma palavra feia, mas também o é 'escroto' e não é por isso que deixam de gostar dele. Palavras feias há muitas. 'Zombificação', 'chantagem-emocional' e 'violação-mental' também são palavras feias.
Os Comunistas Chineses preferem usar um eufemismo: 'reforma do pensamento'. Enquanto que muitas grandes empresas modernas que fazem lavagens-cerebrais aos seus funcionários chamam-lhe 'trabalho de equipa' ou 'formação profissional'.
Lavagem-cerebral será uma palavra que será irrevogavelmente associada com 'cultos religiosos' como muitos preferem ser chamados em vez de 'seitas'. Há muitas razões para começar um culto: Poder, Dinheiro, Sexo ou em alternativa as três hipóteses ao mesmo tempo. E há a oportunidade de ter pessoas débeis (mentalmente) a dançar como cãezinhos amestrados à tua volta. É divertido!
Se puseres um sapo numa panela de àgua a ferver, ele vai contorcer-se e até pode saltar fora e fugir. Porém, se puseres o sapo numa panela de àgua fria e fores aumentando a temperatura gradualmente, o sapo permance quieto (apesar de estar a ser lentamente cozido) porque é estúpido demais para perceber o que se está a passar.
Mesmo admitindo que algum futuro devoto do teu culto tem de ter um défice no armazém das células cinzentas não comeces logo a dizer-lhes qualquer coisa do tipo: "Eu sou a personificação do Cosmos e quero que tu ates esta bomba ao teu peito para me demonstrares a tua devoção. Ah! E também preciso do teu código PIN do multibanco e que faças sexo tórrido comigo antes de ires embora!" Até os mais fáceis de enganarem fogem a sete pés com um discurso destes! Torná-los teus escravos pode levar semanas de paciente e sistemática reforma mental.
O objectivo de uma lavagem-cerebral está em substituir tudo que uma pessoa acredita por tudo aquilo que TU queres que ela acredite. A verdade é esta:
fazer uma lavagem-cerebral requer horas de intimidação dura e de paciente desmantelar minucioso da socialização, educação e moral dum indíviduo. Se houvesse uma maneira 'caixa-rápida' para fazer isto porque seria necessária a televisão, a imprensa e um constante bombardeamento de publicidade para te manterem a sugar sofregamente no seio da sociedade de consumo que é o teu habitat natural?
Os métodos testados e empregados pelo regime comunista durante a guerra da Coreia foram desenvolvidos durante a Guerra Civil para 're-educar' membros da oposição, Nacionalistas e outros seguidores do Maoísmo. As técnicas de reformar o pensamento usadas foram:
Violência - Um bons pontapés assim que são tomados como prisioneiros. Há que mostrar quem manda.
Isolação - Celas sem janelas. Nada de contacto com os outros prisioneiros. Uma lâmpada tremeluzente.
Medo - Manter sempre a ameça de mais violência e torturas.
Culpa - Fazê-los sentirem-se culpados de tudo e mais alguma coisa, desde de terem sido presos até ao lançamento da bomba atómica.
Amor - Fazê-los sentir que podem ser amados e aceites se conseguirem livrar-se dos pensamentos que fazem deles inimigos.
Auto-crítica - Fazê-los confessar em sessões de auto-criticismo. Fazer com escrevam e re-escrevam as suas autobiografias. Usar mais tarde para chantagem.
Impotência - Tudo deve ser controlado. Desde de quando são alimentados a quando dormem a quando têm permissam para urinar ou defecar. Isto cria um estado de infantilidade.
Esperança - Manter a promessa de perdão e liberdade é sempre bom.
Secrecismo - Criar uma relação de partilha de segredos com o cativo cria um clima de intimidade.
Claro que tu, concerteza que não dispões de celas nem vais começar o teu culto por levar os teus amigos para uma uma cela e dar-lhes uma sova. O truque está em fazê-los regressar a um estado pueril onde não sejam capazes de tomar decisões e tenham de procurar apoio numa figura parental - (i.e. TU) para tudo, desde de fazeer xixi até como devem viver. Isto resulta da seguinte forma:
Culpa - Uma vez no grupo não se pode desistir. Há compromisso. Se desistirem são postos de parte e rotulados como 'desistentes'.
Dívidas - Muitos cultos vivem em comunidade e pedem aos acólitos para permanecerem e aprenderem uns sobre os outros. Se se aceita - mesmo que seja apenas uma canção sobre Jesus o que se aprende - sente-se que se está em dívida para com eles.
Exemplo - Se observares o grupo, verás que há pessoas que se comportam de determinada forma, usam determinado calão. Imitas o que vês e assumes que esse comportamento é próprio, esperado e bom.
Autoridade - A maioria das pessoas respeita a autoridade. O líder de um culto tem que afirmar ter conhecimentos superiores, poder e uma missão especial na vida. Os acólitos têm que o ver como uma autoridade.
Amor - Se uma pessoa for sujeita a 'bombardeamentos de amor', abraços de grupo e outras técnicas que fazem com que se sinta bem, desejada e amada. Técnicas que a tornam parte do grupo depois a pessoa sente que deve obedecer ao grupo e ao seu líder.
O Tempo Escasseia - Se se passar a ideia que o fim do mundo está para breve e que apenas fazendo parte do culto se pode ser salvo, as pessoas optam rapidamente sem saberem os factos todos.
É uma boa ideia manter os teus futuros acólitos fracos. Alimenta-os com uma dieta vegan de baixas calorias para que estejam fracos e com fome. Diz-lhes que esta dieta irá renovar-lhes a força interior, os chackras e a alma e que assim estão a protestar contra as pessoas que matam animais e os fazem sofrer. A privação do sono também é boa ideia. Mantém-nos acordados a noite toda a ouvirem a tua palestra ou então toca-lhes canções na tua guitarra como fazia David Koresh (Order of the People of the Sun) o que os tornará demasiado confusos para questionarem o que quer que seja que lhes digas.
Drogas, em especial psicadélicas como o LSD são um bom atalho para manipulares os teus seguidores mas só se eles não estiverem familiarizados com as drogas. Uma cabeça embrutecida pelas drogas pode chegar á conclusão que andas a 'comer-lhes a cabeça' e dar o fora em três tempos. Tu não queres isso.
Outra técnica para os manteres pedrados consiste em um shot de crystals ("...everything just burns a bit brighter and the sex is awesome..." - Gabe - SFU) à hora de dormir e algum Mogadon logo pela manhã ao pequeno-almoço. Uma semana desta drug diet e consegues fazê-los acreditar no que TU quiseres.
É sempre mais fácil começar com camadas mais jovens: estudantes e adolescentes que são fácilmente aliciáveis e fáceis de moldar. Lembra-te do velho ditado Jesuita: Dá-me o teu filho até ele ter nove anos e será meu para sempre. Lembra-te também das palavras de P.T. Barnum: A cada minuto nasce um idiota.

quinta-feira, Agosto 04, 2005

"The Meaning of Death"




Why do we die?
TO MAKE LIFE MEANINGFUL.
- NATE FISHER -

terça-feira, Agosto 02, 2005

A Erva Que Faz Rir


Desespero? As senhoras donas-de-casa de Wisteria Lane deviam visitar a igualmente encantadora (porém, ainda mais problemática) cidade-televisiva Agrestic na California. É aí que tem lugar a nova série da Showtime "Weeds."
Um «dramedy» cujo toda a acção gira em torno de Nancy, uma mãe dos suburbios, recém-viúva (
Mary-Louise Parker), que acaba a vender erva aos seus vizinhos — tudo para manter o lifestyle burguesinho a que ela e os filhos estão habituados.

"It's about suburbia and the myth of suburbia ... And how it seems like normalcy and perfection and what is actually behind that, how that actually doesn't exist." - Mary-Louise Parker


Elizabeth Perkins representa a triste-divertida enfurecedora Celia, mãe implacável, esposa torturada, e deglutidora-em-série de calmantes e tranquilizantes. Imaginem um ser híbrido algures entre a Lady Macbeth e a Sue Ellen Ewing da "Dallas".


"Bem, a Celia é politicamente correcta mas só na cabeça dela," explica Perkins, muito sexy com um vestido de couro vintage de Richard Tyler. "Ela é uma espécie de anjo-da-guarda da força moral da cidade de Agrestic, mas apesar de tudo, ela é provávelmente uma das pessoas com a cabeça mais comidinho da cidade e é definitivamente a pessoa mais politicamente incorrecta."
"Weeds" marca um volte-face importante na carreira de
Kevin Nealon, após nove anos a trabalhar em "Saturday Night Live." Romany Malco e Tonye Patano providenciam, respectivamente, o corpo e a alma da história — o que não deixa de ser atrofiante se pensarmos que eles representam os fornecedores de droga da Nancy.
Patano insiste que a erva não é o ponto fulcral da história.
"É muito mais que isso," afirmou o veterano dos écrans e da Broadway, "As grandes questões levantadas (pela série) são muito mais interessantes: 'Porque é que as pessoas o fazem?' 'O que é que as pessoas realmente precisam nas suas vidas?'"
O elenco de "Weeds" disseram estar preparadas para a controvérsia. Referiu Perkins: "Não deixa de ser curioso a série ser controversa apenas porque envolve o tráfico e consumo de marijuana... Há questões muito mais importantes no mundo."
E acrescenta Parker, "Acho que vai mexer com muita gente e muitas pessoas vão ficar chocadas e muitas vão achar que a série é preversa e interessante, e eu não sei onde estará o meio-termo."

Demand Panic! At The Disco with Eventful! Discover and Create Events at Eventful Learn More about Eventful Demand

"It's an insane world and I'm proud to be a part of it. - Bill Hicks"