segunda-feira, Julho 31, 2006

NESTE VERÃO: DIZ NÃO AO ABANDONO!!!


DOMINADOR /A
NESTAS FÉRIAS

NÃO ABANDONES OS TEUS SUBS.
Dezenas de "cadelas" e "rafeiros"
são encontrados todos os anos,
sem coleira logo a seguir às férias.
PORQUÊ???
Os donos vão de férias e deixam-os
desamparados e sujeitos a tudo.
É vê-los por aí aos caídos
sem terem quem os discipline,
quem os guie, quem lhes faça uma festa
e sem terem onde cair mortos.
Isto tem de acabar!
Para ajudar na campanha contra o abandono
foram criadas a malas Bondagesonite:
Grandes, práticas e confortáveis q.b.
(porque também não convém habituá-los
a demasiado conforto)
permitem-te levar o teu sub contigo
para qualquer destino que tenhas planeado
nestas férias.
Leva contigo o teu sub.
DIZ
NÃO AO ABANDONO.

Humor Inglês

- Eu quero escrever um livro.
- Tu vais escrever um livro.
- Ela vai escrever um livro. E até eu vou escrever um livro. Vamos todos escrever livros.
- Não sabes que todos temos um livro dentro de nós...
- Ah sim... É por isso que esta cadeira não me assenta bem.

terça-feira, Julho 25, 2006

Juntos no Rivoli

Porque eu continuo com saudades...

Aqui há dias um amigo-sazonal (daqueles que só vemos em certas alturas do ano), apareceu-me no MSN com um avatar de uma árvore. Diz ele que se tinha transformado num cedro. Era a bandeira do Líbano. Essa imagem de ele a transformar-se num cedro fez-me lembrar um teledisco da Bjork que vou partilhar com vocês. Aqui fica, para ele e para todos os meus amigos: Bachelorette

sexta-feira, Julho 21, 2006

Hi5 = Low 5

Pedir o Hi5 a alguém é como dizer-lhe: Tu não prestas para nada deixa-me mas é cá ir ver se os teus amigos são mais interessantes.

quinta-feira, Julho 20, 2006

Música da Semana


Com pretexto para por mais uma foto do doutor mais sexy da Tv.

In Love In Vain
Words & Music by Leo Robin/Jerome

It's only human for anyone to want to be in love,

But who wants to be in love in vain?

At night you hang around the house and eat your heart out,

And cry your eyes out

And wrack your brain.

You sit and wonder why anyone as wonderful as he

Should cause you such misery and pain.

I thought that I would be in heaven,

But I'm only up a tree,

'Cause it's just my luck to be in love in vain.

You sit and wonder why anyone as wonderful as he

Should cause you such misery and pain.

I thought that I'd have easy sailing

But instead, I'm all at sea,

'Cause its just my luck to be in love in vain.

Conversa no MSN entre "CAMERON" e "cancerman"

Mais uma conversa das giras entre a “CAMERON” (eu) e o “cancerman”:

CAMERON pôs a sua foto como avatar no MSN.

cancerman> És tu?
CAMERON> Sou. Vou jantar. Então, já viste a foto que tanto querias ver? ;)

CAMERON pôs a foto do Dr. House “the doctor will be with you shortly” como avatar no MSN.

cancerman> Por acaso já conhecia o Dr. House. Prefiro estar a tomar um copo contigo e ter uma conversa agradável. Quando terminares de jantar, avisa.
CAMERON> Ok
cancerman> :)
CAMERON> :)
cancerman> O jantar estava bom?
CAMERON> Yup
cancerman> O que era?
CAMERON> Salada de alface, tomate e cenoura com tofú crú.
cancerman> O Dr. House é um sortudo. Tem uma rapariga tão fixe e gira apaixonada por ele! ;)
CAMERON> Podes crer!
cancerman> Estou a ver que a modéstia é o teu forte.
CAMERON> Não sei porque dizes isso. Acho que te referes á Dra. Cameron, não é?
Cancerman> Dra. Cameron??? Porquê?
CAMERON> Ora... Ela é que é fixe e gira. E tal como eu também está apaixonada pelo Dr. House. Com a diferença que ela faz parte da série. É uma personagem ficcional tal como ele e está próxima dele. Eu “estou fora”, apenas posso ver a série... É o mal de ser uma pessoa real e não ser uma personagem fictícia. Apenas posso imaginar que estou com o House e como seria uma interacção entre nós... Também posso fantasiar o contrário... Em vez de imaginar que eu sou fictícia posso imaginar que ele é real. Mas o facto é que eu e ele vivemos em “realidades” diferentes. Ele vive na realidade ficcional e eu vivo na realidade extra-ficcional. É um facto e há que aceitá-lo.
cancerman> Mas essa Dra. Cameron tem muito a ver contigo?
CAMERON>Tirando ser mais nova que o House um bom pedaço e estar apaixonada pelo House... Nã... Não tem nada a ver. Nada mesmo. Ela é submissa. O House gosta de dominadoras como a a chefe dele a Dra. Cuddy e a ex-mulher dele a Dra. Stacy por quem provavelmente ainda está apaixonado.
cancerman> Como é o teu caso.
CAMERON> Dominadora? Sim, é o meu caso. Se eu entrasse na série já tinha o House a comer-me na mão há muito tempo. Eu sei o que ele gosta. Dava-lhe a volta em três tempos.
cancerman> Será que lhe punhas uma coleira?
CAMERON> o House é kinky. Pelo que já conheço dele acho que era bem capaz de querer alinhar nisso.
cancerman> Pois... Tu gostas mesmo de seres tu a mandar...
CAMERON> Não é tanto uma questão de mandar...
cancerman> A posição de missionário para ti deve ser uma dor de cabeça...
CAMERON> Como é um questão de estar no controlo... Pelo menos para mim. Hmmm... Missionário... Gosto bastante dessa posição.
cancerman> Mas não estás no controlo.
CAMERON> Depende...
CAMERON> Se ele tiver os olhos vendados, as pernas atadas (o que no caso do House, seria um exagero visto q ele já mal mexe as pernas) e uma coleira com trela que posso puxar quando eu quiser... A coisa já muda de figura não te parece?
cancerman> Lol... Ya... És terrível…
cancerman> Não devem faltar rapazes a querer que sejas Dona deles…
CAMERON> Há alguns...
cancerman> Porque decidiste pôr agora a tua foto?
cancerman> E tu não estás interessada em ser dona de nenhum?
CAMERON> Apeteceu-me.
CAMERON> Claro que estou.
cancerman> Que tipo de rapaz é esse? Posso saber?
CAMERON> Culto, inteligente, alto, magro, louro com olhos azuis
cancerman> Tudo o que eu não sou... LOL Por isso sei que nunca terei hipótese de seres minha Dona... :(

CAMERON> ...

cancerman> Estou a ver que hoje não estás para me aturar com as minhas perguntas estúpidas.

CAMERON> E não é que finalmente disseste uma coisa acertada!

FIM

"Feel Good Song"

Jeff Buckley - Halleluhjah

sábado, Julho 15, 2006

Pensamento sobre os Homossexuais

Quando dois homossexuais ficam noivos chama-se um "engaygement".

Pensamento sobre o Racismo

Racismo é deixar de comer alimentos ricos em ferro para provocar uma anemia e "só ter glóbulos brancos".

quarta-feira, Julho 12, 2006

« Extra! Extra! Read All About It!!! »

Chegou o dia do lançamento da Revista Dominium, já divulgada aqui antes, destinada a estilos de vida alternativos, em Português...
A primeira apresentação pública acontecerá na II Edição do Salão Erótico de Lisboa entre amigos, visitantes do Salão e comunicação social. De referir que a I Edição contou com 35 mil visitantes, sendo a projecção para a II Edição de 50 mil pessoas.
Um projecto que se destina a divulgar subculturas com comunidades internacionais, nem sempre bem tratadas à distância e facilmente condenadas por serem isso mesmo - minorias com afinidades fora do mainstream.
A todos quantos se interessaram pelo desenvolver deste projecto e que procuravam uma data de lançamento, fica aqui não só o obrigado da equipa Dominium como a informação de ser dia 15 de Julho, na FIL, em Lisboa.
By: bondarina

segunda-feira, Julho 10, 2006

Música da Semana


Behind Blue Eyes
No one knows what it's like
To be the bad man
To be the sad man
Behind blue eyes
No one knows what it's like
To be hated
To be fated
To telling only lies
But my dreams
They aren't as empty
As my conscience seems to be
I have hours, only lonely
My love is vengeance
That's never free
No one knows what it's like
To feel these feelings
Like I do
And I blame you
No one bites back as hard
On their anger
None of my pain and woe
Can show through
But my dreams
They aren't as empty
As my conscience seems to be
I have hours, only lonely
My love is vengeance
That's never free
When my fist clenches, crack it open
Before I use it and lose my cool
When I smile, tell me some bad news
Before I laugh and act like a fool
If I swallow anything evil
Put your finger down my throat
If I shiver, please give me a blanket
Keep me warm, let me wear your coat
No one knows what it's like
To be the bad man
To be the sad man
Behind blue eyes
By: The Who

domingo, Julho 09, 2006

"My Hovercraft is full of Eels!"

Da colecção de "sketches" dos Monty Python aqui fica um favorito dos menos conhecidos de entre muitos que irei postar.

Ele também anda na Blogosfera!!!

Descobri o blog do Dr. House.
Yup... ele tem um blog!

Na realidade é fanfiction, mas os meus parabéns à fã. Está delicioso.

Reacção em Cadeia

Por causa deste homem e desta interpretação deste actor, conheci esta música (que entrou directamente para o meu top de all time favorite songs), comprei este álbum, descobri esta música que também adorei (entre outras porque o albúm encheu-me as medidas) e fiquei (obviamente) ainda mais fã desta banda.

sábado, Julho 08, 2006

CAMERON & cancerman

Esta conversa passou-se comigo no IRC português. Como sabem, por "posts" anteriores, estou apaixonada pelo Dr. House. Quando me tentaram bater um côro no IRC fui o mais honesta possível e disse a verdade, ou seja, que de momento estava apaixonada. Nunca em momento algum contei uma só mentira, (se bem que tenha escondido a verdade)... Que como todos sabemos ficou lá fora. Para verem a gravidade e seriedade do caso alterei os nicks e mudei a ortografia, uma vez que o meu interlocutor (que, por carolice baptizei de “cancerman” em homenagem ao misterioso homem dos X-Files), além de andar a leste de séries televisivas da actualidade, dava muitos erros ortográficos e sintácticos.
O meu nick (“CAMERON”) não é meu, inventei-o para este post e portanto escusam de andar atrás de mim no canal #medicina do IRC.

Agora leiam lá esta pérola de literatura cibernética.


cancerman> mas porque é k no meu caso já pusestes sair comigo logo fora de questão?
cancerman > para tentar entender
CAMERON> porque estou apaixonada
CAMERON> e só consigo pensar nele
cancerman> em kem? no teu ex?
CAMERON> não
cancerman> então conta lá
CAMERON> no homem por quem estou apaixonada
cancerman> e quem é esse felizardo?
CAMERON > tem 47 anos e é nefrologista e especializado em doenças infecciosas mas também faz Urgências
cancerman> como o conhecestes?
CAMERON> usa uma bengala
CAMERON > pela televisão
cancerman> lol
cancerman> está bem, já me estas a gozar
cancerman> lol
CAMERON> n estou a gozar
CAMERON> estou mesmo apaixonada
cancerman> mestre antonio vitorino de almeida junto com antonio damasio
CAMERON> os meus pais sabem e tudo
CAMERON> e também gostam dele
cancerman> pois mas a história do nefrologista de bengala que conhecestes pela tv
cancerman> ;)
CAMERON > embora o meu pai ache q ele hoje foi mal-educado com uma enfermeira
CAMERON> tens q compreender uma coisa
cancerman> diz
CAMERON> eu sofro de uma ligeira borderline disorder com deviant behavior
CAMERON> se não sabes o que é vai ver ao Google
cancerman> sim, e?
CAMERON> é muito complicado para mim explicar
cancerman> fronteira disfunção
cancerman> comportamentos desviados
CAMERON> fronteira entre a sanidade e a loucura
cancerman> mas as pessoas tem de gostar de ti como es
cancerman> e se calhar tu é que estas correcta
cancerman> ao contrário dos hipócritas que se acham senhores do saber e da razão
CAMERON> as pessoas gostam de mim
CAMERON> mas depois qd eu lhes digo coisas como a da minha paixão
CAMERON> como te contei a ti
CAMERON> elas acham que eu estou no gozo
CAMERON> e lhes estou a dar baile
CAMERON> quando eu estou a falar muito a sério
CAMERON> ning sabe melhor que eu o que eu estou a sentir
cancerman> nos que diz respeito aos sentimentos só quem sente é que sabe
cancerman> quem pressupoe
CAMERON> pelo menos os meus pais levam-me a sério
CAMERON> e sabem que eu estou mesmo apaixonada de verdade
cancerman> tb te levo a sério
cancerman> se dizes, pk que não deveria ser
cancerman> já conheces esse homem ha muito?
CAMERON> não
cancerman> então?
CAMERON> conhecia de vista
CAMERON> quer dizer, minto
CAMERON> tinha ouvido falar dele
cancerman> conta lá como é que ficastes apanhadinha por ele
CAMERON> mas nunca me tinha despertado a atenção
CAMERON> um dia vi-o a fazer o trabalho dele e fiquei encantada
CAMERON> achei deliciosa a maneira de ser dele
cancerman> ;)
cancerman> mais.....
CAMERON> o seu humor, o seu comportamento
cancerman> :)
CAMERON> e a sua inteligência conquistou-me por completo
CAMERON> as coisas que dizia
CAMERON> a cultura dele
CAMERON> a maneira como respondia aos colegas e aos superiores
CAMERON> fiquei fascinada
cancerman > ;)
cancerman> e ele sabe o k sentes por ele?
CAMERON> não
cancerman> e pk k não lhe dizes?
CAMERON> pq é de todo impossível
cancerman> pk k é impossivel?
CAMERON> pq n sei como chegar até ele
cancerman> hummmmm
CAMERON> é impossível chegar até ele
cancerman> é sempre possivel
cancerman> ;)
CAMERON> nem os colegas conseguem chegar até ele
CAMERON> só há um tipo q parece entendê-lo
cancerman> há que planear bem as coisas
cancerman> ;)
cancerman> junta-te a ele
cancerman> :)
CAMERON> um oncologista muito amigo dele
cancerman> e ele é casado?
CAMERON> não... acho q é divorciado
CAMERON> ele é um homem infeliz
CAMERON> acho que deixou escapar o grande amor da vida dele
cancerman> axo k hoje em dia ninguem é feliz
cancerman> se calhar ate es tu esse grande amor
cancerman> ;)
CAMERON > além disso é manco numa perna
cancerman> ou poderas vir a ser
CAMERON> e tem muitas dores
CAMERON> passa vida a tomar um analgésico chamado vicodin
CAMERON> o problema é que aquilo dá um bocado moca
CAMERON> e depois ele anda esgrouviado o dia todo...
CAMERON> mas é um excelente médico, provavelmente o melhor do hospital
cancerman> como é que tb conheces acerca de medicamentos?
CAMERON> conheço imensas coisas, medicamentos, doenças, tratamentos...
CAMERON> nem te passa...
cancerman> estás a ver mais um tema para uma boa conversa
cancerman> se tu quisesses axo k poderia estar horas e horas a fio a falar ctg
cancerman> e ao mesmo tempo além de ter uma grande satisfação tb enriquecia o meu ser
cancerman> ;)
CAMERON> obrigada pelo elogio
CAMERON> és muito querido
cancerman> é verdade
cancerman> por isso gostava de ser teu amigo
cancerman> mas tu não queres ser minha amiga
cancerman> :(
cancerman> mas pk?
CAMERON> posso vir a ser
CAMERON> mas amizade n é ir tomar café contigo
cancerman> isso é só para quebrar o gelo
cancerman> amizade é muito mais profundo
CAMERON> pois
cancerman> espero um dia ter oportunidade
CAMERON> mas ainda é cedo para quebrar um gelo q ainda não solidificou
cancerman> a minha mente pecaminiosa teve agora uma dúvida
CAMERON> ai sim?
cancerman> desde que conhecestes esse médico ja saístes com alguém?
cancerman> sair a nível íntimo
cancerman > pode ser “brincar” ou mesmo sexo
CAMERON> desde que conheci este médico q não me apetece conhecer mais nenhum homem
CAMERON> já desmarquei dois encontros porque sei que iam correr mal
cancerman> então foi em março que o conhecestes?
CAMERON> comigo a pensar no meu doutorzinho e a estar com outra pessoa...
CAMERON> n ia dar certo...
cancerman> ;)
CAMERON> conheço de nome há algum tempo
cancerman> tu é que sabes o k keres para ti e como te queres sentir
CAMERON> mas foi há pouco tempo que começou a chamar mais à atenção
CAMERON> esta semana apresentei-o aos meus pais e eles também o acham genial
cancerman> espero que consigas o k keres
cancerman> :P
CAMERON> a minha mãe acha que ele tem muito charme e é delicioso
cancerman> lol
CAMERON> já passamos dois serões juntos
CAMERON> mas acho que vai ficar um “habitué” cá da casa
cancerman> :)
cancerman> é bom sinal
CAMERON> se é
cancerman> :)
CAMERON> as coisas que aprendemos com ele são impagaveis
CAMERON> os meus pais ficaram conquistados de imediato
cancerman> estás mesmo apanhadinha por ele
cancerman> :P
CAMERON> nem te passa
cancerman> é bom ver alguem contente como tu estás
CAMERON> organizo a minha vida toda de modo a passar o máximo de tempo com ele
cancerman> :P
CAMERON> e agora a minha mãe também gosta de estar com ele
cancerman> lol
CAMERON > até deixou de ver a telenovela para podermos estar todos juntos
cancerman> o teu pai é que ja não gosta dessa situação
cancerman> ;)
CAMERON> o meu pai também gosta muito dele
CAMERON> aliás, apresentei-o ao meu pai primeiro
cancerman> :)
CAMERON> o comentário dele é que era um tipo "com pinta"
cancerman> está tudo bem encaminhado
cancerman> ;)
CAMERON> agora que o conhece melhor, está contente por eu o ter trazido para dentro do nosso lar
CAMERON> acha que é um individuo com categoria e percebe porque estou tão apanhadinha
cancerman> desde já muita sorte e felicidade

...

FIM

sexta-feira, Julho 07, 2006

Paixão Fictícia

Não faço segredo do meu amor desmesurado, obsessivo e obviamente platónico (porque outra coisa, não pode ser) pelo Quentin Tarantino. Todos os meus amigos o sabem e sabem que já dura desde dos meus 12 anitos. Quem me conhece sabe que este amor faz com que venere, idolatre e ame tudo que ele faz. Faz também com que preencha as minhas fantasias e sonhe com ele. Faz também com que queira possuir tudo com o nome dele, a imagem dele e tudo que se relacione directa ou indirectamente com ele. É um bocado doentio, já me disseram, mas eu até achei piada quando na faculdade passei a ser a "Inês Tarantino". Confesso que curti. Adorava ser a Mrs. Tarantino e ele era o único homem que me punha uma anilha se quisesse. Mas esta relação unidireccional de amor platónico não é nem foi a única platónica... E sim, eu sei que não é normal e que isto pode ser indicativo de distúrbios graves.
Desde sempre me apaixonei por personagens fictícias de filmes, séries, livros e videojogos, nomeadamente Indiana Jones, Shredder (Teenage Mutant Hero Turtles), Siegfried (Soul Blade), Captain Planet, Duke Nukem, Max Pain, Ricardo III...
Ok, eu não sou lá muito normal mas pelo menos tenho consciência disso. A nível de séries televisivas a minha grande paixão fictícia foi o Herr Flick do 'Allo 'Allo. Aqui há alguns dias descobri que estava apaixonada pelo Dr. House. Acordo e deito-me a pensar nele. Vivo para ver a série e já programei a minha vida para ver todos os reruns da Fox. Pus a foto dele no telemóvel e o tema da série como toque, o que não foi fácil mas como quem tem amigos tem tudo, quem tem amigos geeks ainda tem muito mais... Lá arranjei maneira de ter o famigerado toque. Pus também a imagem dele como wallpaper no computador (e tirei os Marilyn Manson que já estavam lá desde... do início). Até a minha mãe percebeu porque é que eu estou apaixonada pelo doutor alegando que ele tem muito charme e era uma delícia. Mas primeiro o Herr Flick depois o House... Isto leva-me a forçosamente a retirar uma conclusão: Eu não gosto de homens com estilo e charmosos... É que das duas uma ou descobri que tenho uma espécie de fetish por bengalas ou o que eu gosto mesmo é dos manquinhos!!!

quarta-feira, Julho 05, 2006

O 4 de Julho em New York - Ontem.











terça-feira, Julho 04, 2006

Música da Semana

Baba O'Riley

Out here in the fields
I fought for my meals
I get my back into my living
I don't need to fight
To prove I'm right
I don't need to be forgiven

Don't cry
Don't raise your eye
It's only teenage wasteland

Sally, take my hand
Travel south cross land
Put out the fire
And don't look past my shoulder
The exodus is here
The happy ones are near
Let's get together
Before we get much older

Teenage wasteland
It's only teenage wasteland
Teenage wasteland
Oh, yeah
Teenage wasteland
They're all wasted!

By: The Who
Demand Panic! At The Disco with Eventful! Discover and Create Events at Eventful Learn More about Eventful Demand

"It's an insane world and I'm proud to be a part of it. - Bill Hicks"