quinta-feira, novembro 11, 2004

"Um Broche Não é Traição".

Foi UM GAJO que teve esta genial afirmação!... Aliás, uma frase tão directa, perspicaz e astuta só podia mesmo ter sido proferida por um gajo... Sim, porque é uma frase lapidar... Ora digam lá...
«Um broche não é traição». ...Soa bem, não soa?

Foi-me dita há bem pouco tempo... Sim, porque eu queria TUDO... Eu queria broche, minete, 69, foda, doggy-style... TUDO, TUDO, TUDO... Sim, porque eu sou como o Sebastião! Não saí do nevoeiro mas, "COMO TUDO SEM COLHER"!!!
Mas ele, que está comprometido, só queria uma mamadita... E então sai-se com esta de que um broche não é traição. Espero que a gaja dele pense o mesmo. Sim, porque ele está envolvido emocionalmente com uma gaja... E o broche não tem sentimento... O sentimento é emocional... O sentimento é bonito... Vem da cabeça, do coração... Sai de dentro... Bom, também pode vir do fígado ou dos pulmões...
O fundamental é que sejam orgãos localizados acima da cintura do homem!...
Logo, um broche não é traição... Lamber os tomatinhos não é traição! Brincar com o sempre-em-pé, não é traição! E afagar a cobrinha ciclópica, dum gajo que namora, com a nossa língua ardente e sedenta de esperma também NÃO É TRAIÇÃO... Dar-lhe um beijo na boca ISSO SIM, ISSO É E SERIA TRAIÇÃO...
Mas um broche?... Um broche por muito mal feito que seja (COISA QUE NÃO É O MEU CASO, OU PELO MENOS É O QUE DIZEM) é sempre um broche... UM GAJO QUE DIGA «NÃO» A UM BROCHE PODE COMEÇAR A TREINAR PARA EUNUCO!...
É QUE ATÉ OS GAJOS QUE JOGAM NA EQUIPA DE CASTELO-BRANCO, ('A COISA', NÃO A LOCALIDADE), GOSTAM DE BROCHES!...
UM BROCHE NUNCA SE RECUSA! É tão fixe!... Ah! E o melhor de tudo é que sabe tão bem que... Não há sentimento de culpa... E como não há sentimento de culpa, consequentemente:
Não é traição!
Portanto, 'bora lá a fazerem TUDO a que têm direito!
Eis a explicação!
Não sei porque há tantas dúvidas acerca deste assunto!...

10 Comments:

Anonymous Anónimo disse...

é obvio q um broche nao é traição assim como uma punheta seja ela realizada com uma das nossas maos ou com uma emprestada por uns tempos.....para além disso a traiçao SÓ OCORRE QUANDO REALMENTE EXISTE TROCA DE SALIVA ENTRE DOIS SERES ...ou seja tudo o resto é permitido. Apenas existe uma excepção a estas regras que é se o SER nao for Homem, isto é, para um ser femenino a regra é ligeiramente diferente pois nao permite troca de quaisquer fluidos podendo no entanto tocar usando luvas!!!!

ass: rouxinol

4:06 da tarde  
Blogger Goth Mortens disse...

Pois é! Um broche não é traição porque para o gajo que teve essa inteligentíssima afirmação, ter uma miúda a fazer-lhe um broche, ou esporrar-se para um copinho num banco de esperma é basicamente a mesma coisa. Eu sou um apreciador de broches (quem não é?) mas sou um fanático dos minetes!!!! Por isso afirmo hoje aqui: o minete não é traição! Ou melhor, é! Mas é bom pa caraças...pelo menos as miúdas até estremecem todas!!
Da próxima vez que ele te disser isso podes sempre ir buscar um vibrador(presumo que tenhas um) e dizer-lhe: vira para cá esse rabinho porque o teu anûs será a parte do teu corpo que a tua namorada não usa para nada. Ora se não usa não é dela! Se não é dela, ao levares no cu não estás a traí-la...que dizes?

11:39 da manhã  
Blogger Inês Ramos disse...

Com o «nickname» de "Goth Mortens" e a escrever da forma como escreves já tinha ficado com curiosidade em saber como és... Mas depois dum post assim fiquei mesmo com vontade de te conhecer... Pessoalmente! Tu legislas, homem! (Man, you rule!)

3:23 da tarde  
Blogger PETROGRADE disse...

O conceito de traição está intimamente corelacionado com o contexto socio-cultural. No nosso ambiemte de influência judaíco-cristã, há neste caso concreto traição, se e só se, não estivermos a lidar com um registo de liberdades paralelas, ou seja, ao estílo da década de 70. Em que cada 1 andava com quem queria, tendo o consentimento do outro. Se isto não se verifica, então há o romper de fronteiras não autorizadas.

7:42 da tarde  
Blogger Goth Mortens disse...

Inês,
ou colocar à tua disposição no meu blog (tu sabes qual é porque postas lá de vez em quando) o meu endereço do messenger. Fico à espera que me contactes. Só porque gosto das tuas botas ;)!! No one rules alone!!

7:53 da tarde  
Blogger PMD disse...

voces andam é a fumar demias

11:44 da tarde  
Blogger Wodewick disse...

Mas então isso quer dizer que... o Clinton mentiu? E eu que simpatizava tanto com o senhor que até lambia o saxofone como se não houvesse amanhã.

10:26 da tarde  
Blogger Mestre Carneiro disse...

Depende...ha 3 tipos de broches:
1) pagos! (uma merda)
2) não pagos, mas feitos sem amor (uma merda)
3) não pagos, feitos com amor...com calma...(Wunder)
So o 3º é traição, os restantes nada significam...mas la tem de ser! É a vida!
(ha tambem o caso de falta de jeito...mas isso aprende-se...ou talvez não!)

9:15 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

Ve isso e diz me porque não é ;/

http://www.whycindywhy.com/?id=n2n93539p7dhm8hrkbd6t6egxlsm3e

9:40 da tarde  
Anonymous abocanha disse...

tambem acho que um broche tambem nao e traiçao

look http://comofazerumbroche.blogspot.com/

6:49 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

Demand Panic! At The Disco with Eventful! Discover and Create Events at Eventful Learn More about Eventful Demand

"It's an insane world and I'm proud to be a part of it. - Bill Hicks"